28.3.10

Ontem à noite juntámo-nos aos amigos do costume e decidimos fazer uma noite diferente: ir até à Baixa do Porto.

Não tinha ideia de que tanta gente se juntava à noite na Invicta, concretamente na zona dos Clérigos. Podia mesmo chegar a comparar aquilo a uma noite de S. João. A minha amiga diz que das vezes que já lá tinha ido era sempre assim.

Sinceramente deixou-me boquiaberta. Havia imensas pessoas na rua na conversa, com o seu copinho de cerveja na mão, havia cafés com esplanadas cheias... Além dos bares abertos, em plena rua Cândido dos Reis montaram um palco com um grupo musical num estilo meio pop-rock...

 

Em compensação depois no regresso a Gaia, vimos a Ribeira às moscas... 

 

sinto-me: muito bem
link do postescrito por anid, às 23:32  cusquices (3) opina à-vontade

11.3.10

Hoje passei a tarde com uma amiga, que já não via há quase meio ano e mal falava no messenger. Por um acaso, encontramo-nos precisamente no messenger e combinamos então sair juntas.

Fomos lanchar, estivemos com o menino dela que tem ano e meio e ajudei-a a levar a cadela ao veterinário.

Sim, ajudei, porque é uma Golden Retriever de três anos com energia de menos um. Literalmente é ela que nos leva a passear e não o contrário.

 

Foi muito bom para descontrair, porque ao contrário do que muitas pessoas pensam ou podem pensar, o dia-a-dia de um desempregado é muito stressante. Primeiro, porque os dias vão passando e não vemos uma luz ao fundo do túnel para um emprego e depois os nossos dias, ao fim de um tempo, vão-se tornando repetitivos...

 

link do postescrito por anid, às 21:54  cusquices (1) opina à-vontade

11.1.10

Tivemos um fim-de-semana bem agitado por aqui.

Na sexta-feira fomos jantar à casa da C. e fizemos a nossa habitual noite de póquer, com possibilidade de termos mais um jogador permanente (hi, hi...).

No sábado fomos jantar a casa da F. e, com a lareirinha acesa, bem quentinhos, tivemos um excelente serão, a jogar bingo e gin rummy.

Já no Domingo, ficámos por casa, numa espécie de cura de ressaca de tanta socialização... LOL

 

Porém, as segundas-feiras são o pior. Enfrentámos a dura realidade. Mais uma semana que começa, sem novidades, sozinha em casa, a falar comigo mesma (até pensar que estou a ficar maluca!), e a visitar sites de emprego e a enviar currículos...

 

link do postescrito por anid, às 19:45  opina à-vontade

21.12.09

Ainda não tinha falado aqui do Natal no blog, mas a poucos dias desta festa, chegou o momento oportuno.

As prendinhas estão quase todas compradas, só estamos a ultimar as ofertas para os amigos mais chegados, ainda assim a nossa árvore, ainda que bastante bonita, está com poucos embrulhos... Mas o que interessa é a intenção, certo?

 

A falar em amigos, no passado sábado fizemos o nosso jantar de Natal. Foi um jantar com algumas peripécias, pois foi interrompido a meio, mas depois tudo se resolveu e a noite correu muito bem. Chegámos a casa já passava das cinco da manhã, pois entretivemo-nos a jogas póquer (eu não joguei, só assisti, mas aqui a minha cara-metade jogou e tirou um honroso segundo lugar).

 

Já na noite anterior, sexta-feira, fomos ao aniversário de uma amiga do meu maridão, que tem estado em Sevilha, mas que por agora se mudou para Gaia. Eles já se conhecem há mais de quinze anos e agora que retomaram contacto, tenho a certeza de que não o vão perder. Também foi uma noite daquelas que se prolongam madrugada dentro com histórias de adolescentes inconsequentes... LoL!!!

 

link do postescrito por anid, às 16:33  opina à-vontade

13.12.09

 

A minha cara-metade teve um jantar ontem à noite com uns amigos, para o qual não fui convidada. E passo a explicar: o grupo com quem ele se ia encontrar nem ele próprio conhecia pessoalmente, somente pelos jogos interactivos que joga todos os dias pela internet.

Bem, sem entrar em mais pormenores até porque não sei explicar muito bem este assunto, e para não ficar a olhar para eles e me sentir alienada, ele preferiu não me convidar.

 

Mas como não sou pessoa de ficar em casa a pensar no que ele está a fazer, peguei e fiz o mesmo. Combinei com duas amigas e planeamos uma noite de gajas.

 

Ao final da tarde, uma outra confirmou que também ia connosco. Perfeito. Duas horas mais tarde, desculpou-se e disse que não ia, mas conseguimos convencê-la do contrário. Porém, isso não durou muito tempo e ela desmarcou mais uma vez. E voltámos a ficar três. Quase à meia-noite, a R. disse que a mãe estava doente e não a podia deixar sozinha. Porreiro. Já éramos só as duas. Íamos ou não?

Já estávamos a desanimar, mas acabamos por decidir ir nem que fosse só por uma horita ao 'Club M80', no Porto, onde gostamos de ir com alguma frequência. Quando lá estávamos a chegar, a C. recebeu um telefonema a dizer que uma outra amiga dela já estava à nossa espera (tínhamos convidado várias amigas para irem connosco, mas todas se tinham cortado...). Fixe. Encontrámos a amiga da C. e ainda outra. Já éramos quatro. E nem era preciso mais. Foi uma noite fantástica. Mas isto não terminou. Tivemos o prazer da companhia de um amigo nosso, que nos foi fazer uma surpresa. Ainda melhor.

 

Bem, chegámos lá um pouco antes da uma da manhã, com pouco entusiasmo, mas acabamos por sair de lá quase às cinco!!!

 

Melhor que isto, é impossível e ter amigos e amigas com quem gozar estes pequenos momentos ainda melhor!!!

 

link do postescrito por anid, às 15:05  opina à-vontade

16.11.09

Não é uma pergunta sobre por qual optaria, mas mais uma questão filosófica, mas...

 

Bem, hoje estava a conversar com uma amiga da faculdade pelo messenger, que não vejo há mais de dois anos, e fiquei a pensar na evolução das coisas.

Já terminámos o curso há seis anos - ou mais, perdi-lhe a conta - e de nós as três (eu, a R. e a T.), era a que estava mais entusiasmada para trabalhar na área e bem... consegui ainda estava a terminar o curso.

Porém, passados estes anos, estou a saltar de emprego para emprego, sem ser na minha  área, mas elas não. Estão a trabalhar na nossa área académica e já há algum tempo...

 

Por outro lado, sou a única que já saiu de casa dos pais, encarou a vida de frente e decidiu encetar uma vida a dois.

 

Fiquei a pensar qual de nós estaria melhor, se é que se pode colocar a questão assim...

 

link do postescrito por anid, às 17:13  opina à-vontade

25.10.09

Na sexta-feira à noite havia noite de póquer em casa da F., mas como não estava para aí virada, acabei por pensar que podia ir para a night. Convidei a parceira de sempre, que por acaso também ia para a noite de póquer, que concordou. Porém, estava um pouco engripada... Acabámos por não ir e combinamos para o dia seguinte.

O local a ir no sábado à noite desta feita seria o Winter Club em plena baixa do Porto. Por uma coincidência ou não, uma ou duas horas antes de sairmos, vimos no jornal que iria lá estar a Carla Matadinho e que a festa iria ter início às onze da noite. Pensamento? Talvez seria uma festa com guest list ou então que iria cobrar mais por ser uma festa deste género. Queríamos muito ir, até porque era noite com música da década de 80...

Acabamos por decidir ir ao DownTown Lounge, que ficava quase ao lado deste e então o marido da minha parceira já ia connosco - ele não gosta de discotecas e isto era um bar. Chegados à Avenida dos Aliados, deparamo-nos com o seu desaparecimento. O Downtown Lounge era um bar em tenda amovível... O certo é que já estávamos para ir lá desde Julho e nunca tinha surgido essa oportunidade e quando ela apareceu... Ele já não estava lá...

 

Bem, acabámos por ir ao um barzinho que gostámos muito na Ribeira do Porto, o Ryan's, bar irlandês, com cerveja tipicamente irlandesa, que a minha cara-metade gosta muito...

 

link do postescrito por anid, às 21:31  opina à-vontade

19.7.09

Ontem foi dia de festejar o aniversário de uma grande amiga, a F., que chegou aos trinta na sexta-feira.

Depois de um jantar tipicamente portuense - francesinhas, com um molho bem picante - fomos para o Clube M80, na Restauração.

Apesar de não estar tão concorrido como na última vez que lá tínhamos estado e as músicas serem muito mais abrangentes (décadas de 70/80/90 e ainda músicas actuais), divertimo-nos imenso.

Hoje de manhã acordei a cantar (como seu eu o soubesse fazer, hi, hi, hi!!!) uma música que gosto muito e da qual deixei o meu esqueleto dançar ao som da voz da Olivia Newton John. Ouçam e (re)vejam as imagens do filme 'Grease', com a música 'You're the one that i want'.

 

 

link do postescrito por anid, às 12:34  opina à-vontade

20.4.09

Tal como já tinha falado aqui no blog, na sexta-feira fiz anos e fizeram-me uma espécie de festa surpresa que simplesmente adorei.

No sábado, tive a oportunidade de sentar à mesma mesa 14 pessoas, entre amigos, a minha cara-metade e os meus pais.

Foi uma noite fantástica e para variar, a minha mãe estava com uma excelente disposição, o que ajudou a dar umas excelentes gargalhadas.

Depois da janta, com música ao vivo, fomos até ao Ryan's, na Ribeira. Um resto de noite maravilhosa, em que podemos (re)viver momentos passados (há muito muito tempo ou há apenas uns meses...).

 

Depois de um afastamento temporário, parece que os amigos da minha cara-metade se voltam a reunir.

No Domingo, o D. fez um ano e os pais, a B. e o C. convidaram-nos a todos para a festinha de aniversário. De salientar, que já não íamos a casa deles há quase dois anos e moramos na mesma cidade.

 

Whatever...

 

link do postescrito por anid, às 12:51  cusquices (2) opina à-vontade

18.4.09

... de pouco mais precisa (além de um emprego, como é evidente!).

 

Fiz anos ontem e tive surpresas muito agradáveis mesmo.

Na quinta-feira à noite, fomos até casa dos pais de um amigo nosso, com o objectivo de lhes levar e montar o computador novo. As coisas demoraram um pouco e às tantas, as doze badaladas chegaram. Estávamos todos no escritório (eu, a minha cara-metade, o N. e a C. e os pais do N.), quando começaram a cantar-me os parabéns. Fico tão emocionada com estas situações inesperadas, que não sei como reagir... Lol...

 

Bem, ontem, a minha cara-metade, fez-me mais uma surpresa: tirou o dia de férias, para poder estar comigo. Foi (é) um fofo!

À noite, fomos até aos meus pais jantar, com o N. e a C. Depois, seguiu-se a típica noite de póquer em casa da F. e do V. Estava tudo a correr tranquilamente (já me tinham oferecido uma prenda - uns chinelos, hi,hi,hi), quando chegou o break. Uns foram para a sala de fumo (vulgo varanda), outros foram para a cozinha e eu limitei-me a ficar com o V. a ver tv. Uns minutos depois, apareceram com um bolo, velas acesas e mais uma prenda. Cantaram-me mais uma vez os parabéns e eu inevitavelmente fiz um pequeno discurso emocionado: 'Apesar de ter perdido o meu melhor amigo esta semana, obrigado por vocês estarem a fazer isto. Muito obrigado mesmo'. Chorei emocionada e bebi um gole de champanhe. Abri mais uma prenda: o livro da Tami Hoag 'Antecedentes Perigosos'.

Infelizmente esta semana, fui a primeira a ser eliminada do póquer. Acontece!!! Não se pode ter sorte a tudo... Acho eu...

 

Bem, agora aguardo que o jantar de aniversário logo à noite corra bem, com os meus amigos e os meus pais.

 

sinto-me:
link do postescrito por anid, às 15:38  cusquices (1) opina à-vontade


pesquisa
 
mais sobre mim
Maio 2012
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


Leitura em curso
Neste momento não leio nada, apenas escrevo...
comentários recentes
PROGRAMA DE AFILIADOS!Você está a procura de um re...
aqui no Brasil a gente fala muito mal o nosso idio...
Bom post!Eu Acho exactamente o mesmo, mas também a...
Bom post!Eu Acho exactamente o mesmo, mas também a...
por acaso tambem andei muito a procura desta music...
Posts mais comentados
subscrever feeds
blogs SAPO